O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) fez na manhã de hoje (18) uma visita institucional à Escola Adelaide Bello, um anexo do Sesi, no bairro da Alemanha, em São Luís, acompanhado do superintendente regional do Sesi, o Diogo Lima, com o objetivo de conhecer a estrutura da unidade de educação e como a escola utiliza suas ferramentas para educar os alunos.

“Durante a visita, a gente pode acompanhar como a escola leva a sério o oferecimento como uma boa estrutura para os alunos, professores e funcionários, de modo que a escola seja um ambiente onde o estudante possa aprender as coisas na teoria e aplica-las à prática, não se limitando ao que aprende na sala de aula”, disse o deputado. “O modelo, o exemplo do Sesi poderia ser perfeitamente utilizado nas escolas públicas do Estado, haja vista que isso poderia se aliar às práticas já existentes, como o exemplo do ensino em tempo integral, proporcionando ao aluno um maior contato com o conhecimento”, concluiu.

A escola, que passou recentemente por uma reforma, foi construída a baixo custo e consegue entregar aos alunos salas de aula com o distanciamento social entre os alunos, laboratórios de informática e robótica, além dos laboratórios de química, física e design. Com essa estrutura, os alunos são capacitados e participam de importantes competições de robótica no país, a exemplo da F1 In Schools, além do Festival de Robótica do Sesi.

Segundo o Diogo Lima, a Rede SESI de Educação do Maranhão vem investindo, em progressões geométricas, na adequação de suas escolas às novas demandas educacionais, que pressupõem metodologias inovadoras e estruturas tecnológicas para o desenvolvimento de aprendizagens mais significativas e coerentes com a necessidade de formação que hoje, o mercado de trabalho exige.

Com uma estrutura baseada no custo-benefício, a instituição consegue inserir seus alunos na sociedade, deixando-os no mesmo nível de grandes escolas particulares de São Luís e, por disso, mostra à educação maranhense que é possível dar aos alunos uma educação de qualidade, oferecendo as fermentas adequadas para isso, sem ter altos custos, tornando a educação mais inteligente e atrativa aos alunos.

O Diogo Lima finalizou dizendo que ‘quando os alunos encontram espaços de aprendizagens inovadores, é perceptível a motivação para a descoberta e a exploração de possibilidades, o que proporciona o desenvolvimento de competências de um modo natural e instigante, tornando o momento da aprendizagem único e desafiador’.