Yglésio foi conversar com servidores para conhecer a real situação da unidade

Na manhã desta quinta-feira (20), o pré-candidato a prefeito de São Luís, que também é deputado estadual pelo PROS, o Dr. Yglésio, visitou a Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) de São Luís, com o objetivo de conhecer a realidade da unidade que passa por uma situação delicada em termos de estrutura, valorização e falta de pessoal.

À primeira vista, a unidade, com a sua estrutura precária, já mostra a quem chega o grande problema que o poder público precisa resolver em relação a um setor da saúde pública que é importante para os animais e, principalmente, para a população, visto que cuidar dos animais significa prevenir as pessoas de zoonoses como a leptospirose,a raiva e a toxoplasmose, por exemplo.

“A unidade, para o que ela deveria oferecer, está muito longe de proporcionar à população um serviço de qualidade, começando pela estrutura que está precária e o prédio é alugado, impossibilitando de haver qualquer modificação”, disse o deputado.

Além da estrutura externa, a Unidade de Vigilância de Zoonoses, hoje, enfrenta o problema da falta de estrutura interna no sentido da ausência de laboratórios e equipamentos para determinadas especialidades veterinárias, o que limita a atividade dos servidores. “Faltam os laboratórios e equipamentos pra deixar a unidade completa, como deveria ser”, Luz Marina, médica veterinária, coordenadora da unidade e servidora da unidade há 30 anos.

Em 2014, a UVZ, quando Centro de Controle de Zoonoses, foi transferida da Universidade Estadual do Maranhão para o atual prédio e nunca recebeu melhorias para proporcionar aos profissionais um ambiente decente de trabalho e muito menos dar acesso às pessoas que precisarem dos serviços que são prestados pela unidade.

A necessidade dos servidores, observando todos os problemas existentes, fica evidente na fala da coordenadora do UVZ, a Luz Marina, ao falar da necessidade de uma sede própria.

“O que nós precisamos em urgência é um local próprio porque, enquanto a UVZ (Unidade de Vigilância em Zoonoses) não tiver a sua sede própria, ela não tem condição de executar suas ações como deveriam ser executadas”, disse.

De acordo com o deputado, “os representantes do povo precisam visitar esses lugares com frequência e ouvir o que os servidores de órgão tão importantes como a UVZ têm a dizer que relação às condições do ambiente de trabalho, a estrutura, o que falta pra que as atividades desenvolvidas por eles não sejam limitadas, como acontece hoje em dia na Unidade de Vigilância em Zoonoses”, disse o parlamentar.

A assistência em zoonoses é muito importante para a capital, visto que a população animal é grande e o risco de doenças transmissíveis pelos animais às pessoas segue o mesmo ritmo. Por isso, proporcionar à cidade uma unidade de vigilância em zoonoses de qualidade significa cuidar dos animais e das profissionais que trabalham diretamente como dos 1.101 mi de habitantes.