A pandemia do novo coronavírus chegou com força em nosso estado, atingindo toda a população maranhense, afetando os mais vulneráveis, como idosos, gestantes, pessoas com doenças crônicas e com deficiência.

Por conta disso, tem sido muito discutida a inclusão dos deficientes no grupo de risco das ações preventivas e curativas da covid-19, o que chamou a atenção do deputado estadual Dr. Yglésio (PROS).

Tendo isso em vista, uma indicação enviada ao Executivo Municipal e Estadual, além da Secretaria de Estado da Saúde, prevê que as pessoas com deficiência tenham prioridade no atendimento em caso de suspeita e/ou casos confirmados da covid-19.

Segundo o Dr. Yglésio, autor da indicação em questão, a indicação em forma de solicitar às autoridades competentes o cumprimento das políticas públicas direcionadas às pessoas com deficiência no que se refere à questão do atendimento prioritário em diversas frentes — nos hospitais e demais unidades de saúde ou mesmo em bancos e supermercados.

A indicação só reforça o posicionamento do presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE, Marco Antônio Castilho que, no dia 14 de abril, levantou discussão sobre a inclusão imediata de pessoas com deficiência (PCDs) no grupo de risco.

Além disso, também deixa evidente que as pessoas com deficiência precisam sempre ter prioridade nos atendimentos em saúde, ainda mais no atual cenário em que vivemos.