Por meio de indicação, o deputado estadual Dr. Yglésio (PROS), solicitou por meio de indicação que seja encaminhado ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PDT) e o secretário municipal de saúde, Lula Fylho uma indicação, em caráter de urgência, para que profissionais de saúde da rede municipal sejam contemplados com o aumento do adicional de insalubridade para 40%.

Este é o segundo ofício que o deputado Dr. Yglésio envia para o prefeito Edivaldo. Anteriormente, enviou para o Governo do Maranhão e, também, à Federação dos Municípios do Estado do Maranhão. Na última semana, o governador do Maranhão, Flávio Dino e o secretário Carlos Lula confirmaram o pagamento do adicional de insalubridade para os profissionais que estão na linha de frente do combate ao COVID-19.

O deputado sugere que seja pago o adicional de 40% enquanto perdurar a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional – ESPII pela Organização Mundial da Saúde – OMS, em decorrência da Infecção Humana pela COVID-19 ou os decretos estaduais que dispõem sobre as medidas preventivas contra a COVID-19, inclusive o reconhecimento de estado de calamidade pública no Estado do Maranhão.