Após denúncias, deputado Yglesio solicita ao MP-MA investigações de fraudes na vacinação em São Luís do Maranhão.

Deputado Yglésio solicitando investigações de fraudes no Plenário.

Com a chegada de vacinas para pessoas com comorbidades em São Luís, acendeu-se um novo alerta: pessoas sem comorbidades estariam apresentando laudos comprados para ter acesso à vacina contra a covid-19, na capital.

A informação foi apresentada pelo deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), durante Sessão Plenária na manhã da última quarta-feira (12), também veiculada na manhã de ontem (13), pelo programa Bom Dia, da TV Mirante. O deputado afirma que recebeu denúncias sobre fraudes na vacinação por meio de suas redes sociais. Na ocasião, caso fossem confirmados os indícios, encaminharia denúncia ao Ministério Público.

A gente já começa a observar que pessoas que não têm comorbidades estão tendo acesso a laudos, tanto laudos de profissionais que estão se submetendo a isso por um evento de amizade (….). Já recebemos uma série de denúncias com esses indícios e já começamos a apurar. Em caso de haver indícios sérios, de fato, de fraude, vamos encaminhar para o Ministério público.

Yglésio também apontou indícios de fraudes na vacinação no uso de carimbos para “validar” os documentos apresentados.

(…) e também a situação dos fraudadores de carimbo, tem muita gente hoje que vai no site do CRM, pega o nome do profissional, o número do CRM, vai num carimbeiro, paga 20, 30 reais e consegue fazer um laudo falso, é necessário que as prefeituras, a Prefeitura de São Luís, principalmente, que é a maior vacinadora aqui do Maranhão, tenha absoluto cuidado, critério.

Ocorre que, após isso, ainda na tarde de ontem (14), o parlamentar comunicou o Ministério Público, por meio de ofício enviado ao Dr. Eduardo Nicolau, Procurador Geral de Justiça, solicitando a devida apuração das irregularidades na vacinação contra a covid-19. O anúncio foi feito por meio das redes sociais do parlamentar.

Enviamos um ofício para o Procurador de Justiça, Dr. Eduardo Nicolau, a fim de investigar e combater possíveis fraudes na vacinação do público com comorbidades. São muitas denúncias de laudos comprados. Vamos continuar combatendo esse tipo de crime.

No documento enviado, Yglésio Moyses solicitou que sejam tomadas providências internas para apurar a denúncia, seguindo critérios definidos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19, além da fiscalização da veracidade de informações contidas nos laudos.

O deputado Yglésio é autor do Projeto de Lei nº 050/2021, que pune os fura-filas da vacinação, aplicando multas que podem chegar a R$ 40 mil. O projeto já foi aprovado na Assembleia Legislativa e aguarda sanção do Governo do Estado. No início, Yglésio também alertou sobre fraudes na vacinação no processo de imunização, fazendo com que o Ministério Público investigasse mais de 40 casos em todo o Estado.