Na manhã desta terça-feira (12), uma comissão de aprovados no concurso do município de Presidente Vargas, localizado a 166 km de São Luís, realizado no ano passado, reuniu-se com o deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), na Assembleia Legislativa, para tratar sobre o assunto e solicitar apoio do parlamentar.

Por decisão liminar da justiça, após pedido do Ministério Público do Maranhão, em decisão divulgada no dia 02 de agosto de 2020, o certame teve os seus trâmites suspensos por terem sido identificadas inúmeras irregularidades, a exemplo de questões plagiadas da internet, grande número de questões anuladas e problemas na divulgação dos gabaritos, fatores que comprometerem a integridade do processo seletivo.

No entanto, de acordo com a comissão representante dos aprovados no certamente, as autoridades que suspenderam o concurso e a Prefeitura do município presvarguense, até então, não apresentaram qualquer informação quanto à continuidade do certame e nem sobre a situação dos aprovados. Por isso, hoje, o grupo pediu o apoio do deputado Yglésio Moyses para que sejam solicitados esclarecimentos e, principalmente, a nomeação dos servidores.

“Nós estamos aqui de forma legítima porque fomos candidatos aprovados por mérito, no concurso, e estamos brigando por uma causa que é nossa, buscando o nosso de direito de sermos convocados e sermos nomeados para aquilo que nós nos esforçamos para que acontecesse”, disse

O deputado, em apoio à luta dos aprovados, disse que vai prestar apoio jurídico à comissão dos aprovados no certame e atuar junto às autoridades competentes.

“Recebemos a comissão em nosso gabinete, entendemos que a situação precisa de apoio e nós vamos solicitar, junto à Corregedoria Geral de Justiça, as respostas necessárias sobre o andamento do concurso, o que falta resolver e todos os detalhes que estejam ligados à essa questão, além, é claro, tomar conhecimento de como ficará a situação dos aprovados no certame, já que eles concorreram e passaram no concurso do município de Presidente Vargas”, concluiu o deputado.

O concurso do município em questão oferecia um total de 119 para cargos de nível fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 2.580,19.